O mais novo usuário de Ubuntu

Tem vezes que tudo parece estar meio às avessas. Parece que sempre tem algo pra dar errado.

Pois o fim de semana passado foi pateticamente trágico. Em mais uma das infindáveis demonstrações de que Murphy está sempre à espreita e pronto para nos pregar peças inverossímeis, tudo parecia dar errado, e obviamente da pior forma possível. Pode parecer que tudo foi em vão no fim de semana que passou.

Mas não foi.

Há um novo usuário de Ubuntu na face da terra.

E agora, o anúncio que vai deixá-lo boquiaberto, estupefato, plasmolizado. Esse novo usuário não é ninguém menos que ele, o carequinha bacanão: meu pai.

Sim, senhoras e senhores. Meu progenitor é mais um feliz usuário de Ubuntu andando sorridente por esse mundo.

Ele vinha há tempos reclamando que o computador dele estava lento, que fazia coisas que ele não pedia e reiniciava a qualquer momento por causa de atualizações que ele não tinha pedido. Não vou nem comentar aqui qual sistema operacional ele usava.

O fato é que ele me pedia insistentemente para que eu resolvesse os problemas do computador dele. Eu não conseguia ver uma forma mais rápida, eficiente, limpa e completa de resolver os problemas dele que não envolvesse a remoção completa do sistema operacional que ele tinha. Após uma conversa curta com argumentos nada tendenciosos (eu juro que não forcei a barra, ele mesmo gostou da ideia), ele topou o desafio de ser um “usuário comum” de Ubuntu.

Sistema instalado, minhas primeiras ações foram no sentido de configurar tudo que ele precisava para começar a sobreviver com o novo sistema: e-mail, navegadores, programas de mensagens instantâneas, enfim, tratei de tentar tornar a transição mais suave para ele. Me preocupei em acertar tudo, deixar limpinho, para que ficasse mais rápido que o sistema operacional anterior.

E qual não foi minha surpresa quando vi a primeira reação dele: “É muito bonito, que colorido legal!”

Espetacular. A preocupação dele é mesmo a de um “usuário comum”.

Até agora, ele não me telefonou nenhuma vez perguntando nada sobre o sistema, não reclamou de coisa alguma. Suspeito que não terei chamados de suporte mesmo. Confio no Ubuntu.

Anúncios

Comente com o Diego

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s